A nova liderança

Em tempos de pandemia, muito tem sido reavaliado, especialmente nas relações de trabalho. E a liderança não pode ficar de fora desse movimento.

A liderança é um tema que vem sofrendo alterações constantemente nos últimos tempos. Porém, quando fomos tomados de assalto por essa pandemia, as mudanças que antes pareciam estar a caminho, entraram no nosso cotidiano sem pedir licença. Muito tem se falado do “novo normal” e esse comportamento se aplica ao cotidiano das lideranças também.

Habilidades como empatia, feedbacks construtivos, comunicação não violenta, gestão de conflitos e muitos outros soft skills (todos temas que já falamos aqui no nosso blog), que antes eram considerados novos comportamentos, que estavam em desenvolvimento e começavam a ser enxergados, hoje tiveram que ser colocados na prática do dia para noite.

Com times trabalhando remotamente, qual a melhor maneira de geri-los? Claro que essa é uma resposta que ninguém tem, e o objetivo deste artigo não é resolver essa questão tão pouco. Mas é preciso enxergar que aquele futuro que antes nos parecia distante, já chegou.

Liderar neste momento é certamente um desafio enorme: a crise que estamos enfrentando afeta indivíduos, empresas e comunidades inteiras. E neste cenário, é preciso concentrar esforços em três focos:

  • Adaptação – como já citado antes, todos fomos pegos desprevenidos com o COVID-19. Com isso, as instituições e seus líderes, devem executar as ações conforme forem acontecendo, de acordo com o cenário e o contexto. Nenhuma decisão mais deve ser tomada e fechada. É preciso mais do que nunca, ter jogo de cintura para lidar com as adversidades que estão aparecendo.
  • Confiança – principalmente quando falamos de distanciamento social, o trabalho tornou-se um exercício diário de confiança. Além do líder confiar em seu time de que a produtividade vai ser mantida e as entregas feitas, o time precisa confiar que o seu gestor trará sempre a situação de maneira aberta a todos e que irá dividir situações que lhe cheguem de modo claro e sincero.
  • Resiliência – embora as mudanças sejam difíceis, ser resistente a elas não ajuda neste momento. É preciso saber lidar com os problemas e situações que estão aparecendo, resistir a este stress e as situações adversas para sair de alguma maneira fortalecido deste cenário e encorajar o time a ter a mesma mentalidade.

Nenhuma das respostas é concreta, muito menos definitiva ou simples. Mas as crises vêm sempre para nos trazer aprendizados. É preciso se cercar de informações, redobrar os esforços para que as decisões e ações tomadas sejam o mais embasadas possível, afinal toda condução que for feita agora, terá consequências a longo prazo.

E se você precisar de ajuda para gerir o seu time, nós da PerfTracker estamos a sua disposição. Acesse nosso site www.perftracker.com.br para entender como a nossa ferramenta pode otimizar sua gestão remotamente, ou fale com um de nossos consultores.

A  cresceu. Agora somos a , focados na evolução de pessoas e integração de times.